A Performance

“A” performance: Deriva por Berlim carregando a letra A. Parte da série Literal performances de Gabriel Díaz-Regañón. 1º de Maio de 2016
Para analisar esta ação proponho recorrer ao conceito da deriva situacionista; principalmente porque é um modelo não-hierárquico, horizontal, onde evita-se pensar em “influências” do entorno “sobre” o quem vive ou se movimenta nele. O situacionismo define a deriva urbana como “um modo de comportamento experimental ligado às condições de vida da sociedade urbana; uma técnica de passagem ininterrupta por vários ambientes “Internationale Situationniste, 1, Paris, 1958.

M.A.M.M.A. performance

2016 Performance M.A.M.M.A. Festival Social TUDANZAS +info: http://www.tudanzas.com/#!programa-2016/c1fi2 Palau Alòs, Barcelona, Espanha. 27 de Abril à 1 de Maio de 2016 Espalhe:

Cartografía Afetiva (Bairro da Luz, São Paulo)

2015 Intervenção Urbana: “Cartografia Afetiva do Quadrilatero do Pecado: Agrupamento Andar7”. Com Pessoal do Faroeste. Projeto: Dezembro 2015. Ação realizada por Luciana Ramin e Gabriel Díaz-Regañón para o projeto do Pessoal do Faroeste no Bairro[…]

Silêncio (dança)

2016 Espetáculo de dança “Silêncio”. Sorocaba e Votorantim.    Temporada em Sorocaba:  Data: 12, 13, 14, 20, 21, 27 e 28 de fevereiro. Local: Barracão Cultural Sorocaba. Endereço: Avenida Afonso Vergueiro, 310 – Centro.  […]

#asClaudia

#asClaudia: Doida Varrida

2015 Performance “#asClaudia: Doida Varrida” Ruas próximas a Theatro Municipal. Centro de São Paulo. 21 Dezembro de 2015   Uma ação sobre a exploração da mulher, onde em muitos casos o trabalho doméstico é destinado a elas,[…]

#AsClaudia: Oficina de Bonecas Abayomi

Ação desenvolvida no Largo General Osório na Luz. Parte do projeto multidiciplinar “As Claudia” que através de experiências em Performance, Artes plásticas, Cinema e Vídeo Mapping pretende trabalhar com mulheres e crianças que vivem no[…]